Nome: Marília
Idade: 20
Signo: Escorpião
Cor: Verde
*A simplicidade embelza a beleza*
Baudelaire


.: Empoeirados :.

- 01/04/2009 a 30/04/2009
- 01/09/2008 a 30/09/2008
- 01/07/2008 a 31/07/2008
- 01/06/2008 a 30/06/2008
- 01/05/2008 a 31/05/2008
- 01/02/2008 a 29/02/2008
- 01/01/2008 a 31/01/2008
- 01/12/2007 a 31/12/2007
- 01/11/2007 a 30/11/2007
- 01/10/2007 a 31/10/2007
- 01/08/2007 a 31/08/2007
- 01/07/2007 a 31/07/2007
- 01/06/2007 a 30/06/2007
- 01/05/2007 a 31/05/2007
- 01/04/2007 a 30/04/2007
- 01/03/2007 a 31/03/2007
- 01/02/2007 a 28/02/2007
- 01/01/2007 a 31/01/2007
- 01/12/2006 a 31/12/2006
- 01/11/2006 a 30/11/2006
- 01/10/2006 a 31/10/2006
- 01/09/2006 a 30/09/2006
- 01/08/2006 a 31/08/2006
- 01/07/2006 a 31/07/2006
- 01/06/2006 a 30/06/2006
- 01/02/2006 a 28/02/2006
- 01/11/2005 a 30/11/2005
- 01/07/2005 a 31/07/2005
- 01/05/2005 a 31/05/2005
- 01/04/2005 a 30/04/2005
- 01/01/2005 a 31/01/2005
- 01/12/2004 a 31/12/2004
- 01/11/2004 a 30/11/2004
- 01/10/2004 a 31/10/2004
- 01/09/2004 a 30/09/2004
- 01/07/2004 a 31/07/2004
- 01/06/2004 a 30/06/2004
- 01/05/2004 a 31/05/2004
- 01/04/2004 a 30/04/2004
- 01/03/2004 a 31/03/2004
- 01/02/2004 a 29/02/2004
- 01/01/2004 a 31/01/2004

 


.: Outros sites :.

- MariliaAlves on deviantART
- Chão de Giz
- Merci Beaucoup
- Rosa Atômica
- Lemúrias
- Ponto de Fuga
- Thay Star
- Alê Carmani
- Granolla
- Hi_ato
- Vê Gelesson
- Reitano
- Lis Morila
- Fiacadori
- Bonamigo
- bLaV 2007 - a revolução dos bichos
- Effe
- Para.nóia Paulistana
- Asilo Multiply
- Blav Multiply
- Malu e a valisè das metáforas
- Pilar Bosia
- Vinicius Nakamura


.: Votação :.

- Dê uma nota para meu blog

Indique esse Blog


Visitante Número

.: Créditos :.

Dream Melody Layouts

Carne e Osso

A alegria do pecado
Às vezes toma conta de mim
E é tão bom não ser divina
Me cobrir de humanidade me fascina
E me aproxima do céu

E eu gosto
De estar na terra
Cada vez mais
Minha boca se abre e espera
O direito ainda que profano
Do mundo ser sempre mais humano

Perfeição demais
Me agita os instintos
Quem se diz muito perfeito
Na certa encontrou um jeito insosso
Pra não ser de carne e osso
Pra não ser carne e osso

[Zélia Duncan e Moska]



Lágrimas e chuva     


Eu perco o sono e choro  
Sei que quase desespero
Mas não sei por que
A noite é muito longa
Eu sou capaz de certas coisas 
 Que eu não quis fazer 
 Será que alguma coisa 
 Nisso tudo faz sentido 
 A vida é sempre um risco 
Eu tenho medo do perigo 
 Lagrimas e chuva
Molha o vidro da janela 
Mas ninguém me vê
O mundo é muito injusto
Eu tô plantando meus problemas 
 Que quero esquecer
Será que existe alguém 
Ou algum motivo importante
Que justifique a vida
Ou pelo menos este instante
Eu vou contando as horas 
 E fico ouvindo passos 
Quem sabe o fim da história  
De mil e uma noite  
De suspense no meu quarto
Eu vou contando as horas
E fico ouvindo passos  
 Quem sabe o fim da história
De mil e uma noite  
 De suspense no meu quarto
 
 

 



- Enviado por: Marília : ) às 21h57
[ ] [ envie esta mensagem ]

_________________________________________




O meu Sol   

A manhã acorda serena

Banhada pela luz dourada do Sol

Colorindo o azul do céu

E a vida na fauna e na flora

 

Uma luz divina

Que embeleza tudo o que toca

Que engole as sombras e as mágoas

E que fez de mim um Oceano de paz

 

É o Sol, irmão da Lua

Que afastou a tempestade que me prendia

E que agora me aquece num tênue sonho de verão

 

Mas por quantos dias mais eu,

Oceano, poderei te acolher ao meu peito

durante o pôr-do-sol?

>>>Essa poesia é mto linda!!!



- Enviado por: Marília : ) às 19h49
[ ] [ envie esta mensagem ]

_________________________________________




Esas são minhas queridas amigas.. a Pri, a Ká, minha maninha Lú... e eu!!!! Quem diria, logo eu que sempre achei ridículo escrever td com esses apelidinhos... É q se eu escrever 'Priscila,' 'Karina' fica mto impessoal, ñ é mesmo? Olha só o q a vida faz... Ah!!!! E estou com mtaaaaas saudades de v6, meninas... não imaginam a falta q fizeram na Juréia... tristonho d+ dormir a 1h da manhã... e vc ñ tem noção do doce de criança q conhecemos lá.. sabe o Yúri, né? então.. o próprio!!!!! hehehe, uma comédia, sem noção...
Ah, amo mto v6 e estou com mta mta mta saudade!!!
Pra terminar, a nossa música...

DANCIN'N DAYS

Abra suas asas
Solte suas feras
Caia na gandaia
Entre nessa festa
Me leve com você
Nos seus sonhos mais loucos
Eu quero ver seu corpo
Lindo, leve, solto

A gente ás vezes sente, sofre, dança
Sem querer dançar
Na nossa festa vale tudo
Vale ser alguém como eu
Como você

Dance bem, dance mal
Dance sem parar
Dance bem, dance até
Sem saber dançar...



- Enviado por: Marília : ) às 18h47
[ ] [ envie esta mensagem ]

_________________________________________




Maresia
Antonio Cícero / Paulo Machado

O meu amor me deixou
Levou minha identidade
Não sei mais bem onde estou
Nem onde a realidade
Ah, se eu fosse marinheiro
Era eu quem tinha partido
Mas meu coração ligeiro
Não se teria partido
Ou se partisse colava
Com cola de maresia
Eu amava e desamava
Sem peso e com poesia
Ah, se eu fosse marinheiro
Seria doce meu lar
Não só o Rio de Janeiro
A imensidão e o mar
Leste oeste norte e sul
Onde um homem se situa
Quando o sol sobre o azul
Ou quando no mar a lua
Não buscaria conforto nem juntaria dinheiro
Um amor em cada porto
Ah, se eu fosse marinheiro



- Enviado por: Marília : ) às 13h24
[ ] [ envie esta mensagem ]

_________________________________________




Um dias descobrimos que beijar uma pessoa para esquecer outra, é bobagem, você não só não esquece a outra pessoa como pensa muito mais nela...
Um dia descobrimos que se apaixonar é inevitável...
Um dia percebemos que as melhores provas de amor são as mais simples...
Um dia percebos que o comun não nos atrai...
Um dia percebemos que ser classificado com o "bonzinho" não é bom...
Um dia percebemos que a pessoa que menos te liga é a quem pensa mais em você...
Um dia saberemos a importancia da frase: "Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas..."
Um dia percemos que somos muito importantes para alguém mais naum damos valor a isso...
Um dia percemos como aquele amigo faz falta, mais ai já é tarde demais...
Enfim...um dia descobrimos que apesar de vivermos quase 100 anos, esse tempo todo não é o suficinte para realizarmos todos os nossos sonhos, para dizer tudo o que tem de ser dito...
O jeito é: ou nos conformamos com a falta de algumas coisas na nossa vida, ou lutarmos para realizar todas as nossas loucuras...
Quem não compreende um olhar tão pouco compreenderá uma longa explicação.


Mario Quitanda



- Enviado por: Marília : ) às 22h08
[ ] [ envie esta mensagem ]

_________________________________________




O VENTO (Jota Quest)

Voe por todo o mar e volte aqui 
Voe por todo mar e volte aqui Pro meu peito...
Se você foi, vou te esperar
Com pensamento que só fica em você   
Aquele dia, um algo mais
Algo que eu não poderia prever 
Você passou perto de mim
Sem que eu pudesse entender
Levou os meus sentidos todos pra você
Mudou a minha vida e mais 
Pedi ao vento pra trazer você aqui
Morando nos meus sonhos e na minha memória
Pedi ao vento pra trazer você pra mim 
Vento traz você de novo
Vento faz do meu mundo novo Voe por todo o mar e volte aqui 
Voe por todo mar e volte aqui Pro meu peito...


- Enviado por: Marília : ) às 21h47
[ ] [ envie esta mensagem ]

_________________________________________




FIM DE SEMANA
(Castro Alves)

Ah, o fim de semana.
Na praia é bacana.
Na serra é cabana.
Bem acompanhada,
dentro de um apê,
legal pode ser.
Ah, o fim de semana
mamãe vou dormir na casa da Ana.
A Ana está sozinha
a casa é aqui perto
(vizinha do Beto)

A Voz do Silêncio  

Pior do que a voz que cala é um silêncio que fala. 
Simples, rápido! E quanta força!  
Imediatamente me veio à cabeça situações em que o silêncio me disse verdades terríveis, pois você sabe, o silêncio não é dado a amenidades. 
Um telefone mudo. Um e-mail que não chega. Um encontro onde nenhum dos dois abre a boca.   Silêncios que falam sobre desinteresse, esquecimento, recusas. Quantas coisas são ditas na quietude, depois de uma discussão. O perdão não vem, nem um beijo, nem uma gargalhada para acabar com o clima de tensão.
Só ele permanece imutável, o silêncio, a ante-sala do fim.   É mil vezes preferível uma voz que diga coisas que a gente não quer ouvir, pois ao menos as palavras que são ditas indicam uma tentativa de entendimento.   
Cordas vocais em funcionamento articulam argumentos, expõem suas queixas, jogam limpo. Já o silêncio arquiteta planos que não são compartilhados.
Quando nada é dito, nada fica combinado.   Quantas vezes, numa discussão histérica, ouvimos um dos dois gritar: "Diz alguma coisa, mas não fica
aí parado me olhando!"   
É o silêncio de um mandando más notícias para o desespero do outro.   É claro que há muitas situações em que o silêncio é bem-vindo. 
Para um cara que trabalha com uma britadeira na rua, o silêncio é um bálsamo.
Para a professora de uma creche, o silêncio é um presente. 
ara os seguranças de um show de rock, o silêncio é um sonho.   
Mesmo no amor, quando a relação é sólida e madura, o silêncio a dois não incomoda, pois é o silêncio da paz.   
O único silêncio que perturba é aquele que fala.   
E fala alto.   
É quando ninguém bate à nossa porta, não há recados na secretária eletrônica e mesmo assim você entende a mensagem.



- Enviado por: Marília : ) às 18h40
[ ] [ envie esta mensagem ]

_________________________________________




SAUDADES

Trancar o dedo numa porta dói.
Bater com o queixo no chão dói.
Torcer o tornozelo dói.
Um tapa, um soco, um pontapé, doem.
Dói bater a cabeça na quina da mesa, dói morder a língua, dói cólica, cárie
e pedra no rim.
Mas o que mais dói é a saudade.
Saudade de um irmão que mora longe.
Saudade de uma cachoeira da infância.
Saudade do gosto de uma fruta que não se encontra mais.
Saudade do pai que morreu, do amigo imaginário que nunca existiu.
Saudade de uma cidade.
Saudade da gente mesmo, que o tempo não perdoa.
Doem essas saudades todas.
Mas a saudade mais dolorida é a saudade de quem se ama.
Saudade da pele, do cheiro, dos beijos.
Saudade da presença, e até da ausência consentida.
Você podia ficar na sala e ela no quarto, sem se verem, mas sabiam-se lá.
Você podia ir para o dentista e ela para a faculdade, mas sabiam-se onde.
Você podia ficar o dia sem vê-la, ela o dia sem vê-lo, mas sabiam-se amanhã.
Contudo, quando o amor de um acaba, ou torna-se menor, ao outro sobra uma
saudade que ninguém sabe como deter.
Saudade é basicamente não saber.
Não saber mais se ela continua fungando num ambiente mais frio.
Não saber se ele continua sem fazer a barba por causa daquela alergia.
Não saber se ela ainda usa aquela saia.
Não saber se ela foi na consulta com o dermatologista como prometeu.
Não saber se ele tem comido bem por causa daquela mania de estar sempre
ocupada;
Se ele tem assistido as aulas de inglês, se aprendeu a entrar na Internet
e encontrar a página do Diário Oficial;
Se ela aprendeu a estacionar entre dois carros;
Se ele continua preferindo Malzebier;
Se ela continua preferindo suco;
Se ele continua sorrindo com aqueles olhinhos apertados;
Se ela continua dançando daquele jeitinho enlouquecedor;
Se ele continua cantando tão bem;
Se ela continua adorando o MC Donald's;
Se ele continua amando;
Se ela continua a chorar até nas comédias.
Saudade é não saber mesmo!
Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos;
Não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento;
Não saber como frear as lágrimas diante de uma música;
Não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche.
Saudade é não querer saber se ela está com outro, e ao mesmo tempo querer.
É não saber se ele está feliz, e ao mesmo tempo perguntar a todos os amigos
por isso...
É não querer saber se ele está mais magro, se ela está mais bela.
Saudade é nunca mais saber de quem se ama, e ainda assim doer.
Saudade é isso que senti enquanto estive escrevendo e o que você,
provavelmente, está sentindo agora depois que acabou de ler...

      

Sinto mtas saudades... de quem estaá longe, de tempos que não voltam +... saudades de tudo que ainda não vi e não vivi... saudade dos meus amigos... e das férias q estão acabando...



- Enviado por: Marília : ) às 16h49
[ ] [ envie esta mensagem ]

_________________________________________




"Eu poderia suportar, embora não sem dor que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos! A alguns deles não procuro, basta-me saber que eles existem. Esta mera condição me encoraja a seguir em frente pela vida, mas é delicioso que eu saiba e sinta que os declare e não os procure sempre..."
(Vinicius de Moraes)


- Enviado por: Marília : ) às 20h54
[ ] [ envie esta mensagem ]

_________________________________________